segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Cabeça de uma artista



"Meu leitor ficaria perdido diante do ecletismo das minhas leituras. Meu gosto varia desde a mais simplória ficção russa ao pensamento denso de Proust. Vai da poesia à biografia. Da anarquia ao modernismo. Da Idade Média à filosofia contemporânea. Dos clássicos gregos à dramaturgia nórdica. De Shakespeare a Pablo Neruda. E quanto mais livros eu leio, mais livros desejo ler. É uma busca pessoal constante que me faz dormir tarde e desejar acordar mais cedo apenas para ter mais tempo de ler. Não há metas, limite ou bom senso nesta atividade. É um exercício cerebral intenso que dobra minha mente ao meio e me obriga a rever conceitos diariamente. Quanto mais lemos, mais nos distanciamos de nós mesmos e, paradoxalmente, melhor definimos quem somos."
 
Trecho do livro "Cabeça de Artista", de Tamara Ramos
Disponível em e-book pela Amazon 

0 comentários: