quinta-feira, 4 de setembro de 2014

A serpente e o dragão

 
 
 
O destino da serpente era encontrar o dragão.
Estava escrito.
Estava gravado na terra e no ar.
Rastejando em busca de conhecimento, a serpente queimava sob o sol de seu deserto interno.
Voando em busca de liberdade, o dragão dominava nove atmosferas ilusórias.
Ambos intuíam que jamais deveriam se encontrar.
Uma fera rastejante, um animal alado: mundos opostos.
Mas o destino é fã de fatalidades e organizou um esbarrão oportuno.
Um olhar fulminante.
Duas bocas interagindo por meio de fogo e veneno. 
Uma atração fatal.
A serpente subiu no dorso do dragão e quis ver o mundo de um lugar mais alto.
O dragão aterrissou no solo em chamas e sentiu um amargo na língua.
Os dois se amaram e se odiaram por setenta e dois meses.
Viveram juntos e separados por culpa de sua natureza inversa.
A serpente transmitiu ao dragão toda sabedoria que roubou dos homens.
O dragão entregou à serpente a visão de um novo mundo.
O destino do dragão era viver ao lado da serpente.
Mas ele hesitou.
O destino da serpente era encontrar o dragão.
Mas ela sentiu medo.
O dragão e a serpente se separaram por questão de sobrevivência.
Um único adeus,
Um destino interrompido.
Um amor.
Uma morte.
A serpente acordou cuspindo fogo.
O dragão acordou mais inteligente.
A alma de um passou para a alma do outro.
O dragão e a serpente tornaram-se um.
E ninguém mais conseguiu separar.
E foi nesse dia, justamente nesse dia, que a razão morreu.
 
 
 

THE SNAKE AND THE DRAGON

 
The fate of the snake was to find the dragon.
Was written.
Was recorded on earth and in the air.
Crawling in search of knowledge, the snake burned under the sun of her inner desert.
Flying in search of freedom, the dragon dominated nine illusory atmospheres.
Both intuited that they should never meet.
A crawling beast, a winged animal: opposing worlds.
But fate is a fan of fatalities and organized a timely bump.
A withering look.
Two mouths interacting through poison and fire.
A fatal attraction.
The snake climbed on the back of the dragon and wanted to see the world from a higher place.
The dragon landed on the ground in flames and felt a bad taste in his tongue.
The two loved each other and hated each other for seventy-two months.
Lived together and separated by fault of their reverse nature.
The snake gave the dragon all the wisdom she stole from men.

The dragon gave the snake the vision of a new world.
The fate of the dragon was living next to the snake.
But he hesitated.
The fate of the snake was to find the dragon.
But she was scared.
The dragon and the snake separated by a matter of survival.
A single goodbye,
An interrupted destination

One Love.
One death.


The snake woke spitting fire.
The dragon woke smarter.
The soul of one passed into the soul of another.
The dragon and the snake became one.
And no one could separate.
And it was that day, just that day, that reason died.  





0 comentários: